PALAVRAS DE SEDA

Escrever é um ato solitário, é colocar-se em palavras. Palavras são como folhas de plátano soltas ao vento... em direção aos novos horizontes, voando irreverentes sem cordas para serem puxadas e sem lugar determinado para pousarem... sempre a favor do vento.
Assim é o ato da escrita, deixar fluir palavras que, voando devagar, ao caírem, adubarão terras distantes.

















































































































terça-feira, 27 de abril de 2010

Espaço Craveiro


Falar sobre a pesquisa feita para o livro comemorativo aos 120 anos do nascimento de Cora Coralina no Espaço Cultural Flávio Craveiro dia 16 de abril, sexta feira, fechando a semana comemoratia ao Dia do Livro, foi uma alegria a mais em minha vida,  primeiro porque o público alvo foi jovem e segundo porque fui amiga de Flávio Craveiro, esse memorável fotógrafo, participamos do projeto Minha Casa Minha Rua Meu Bairro em São José dos Campos (1998) e um dos lugares escolhidos foi o espaço cultural Dom Pedro, que hoje é Espaço Cultural Flávio Craveiro.
Durante a palestra o silêncio tomou conta do ambiente, já que, atenciosos, os jovens ficavam a par da vida dessa incrível mulher vilaboense.

Nenhum comentário: