PALAVRAS DE SEDA

Escrever é um ato solitário, é colocar-se em palavras. Palavras são como folhas de plátano soltas ao vento... em direção aos novos horizontes, voando irreverentes sem cordas para serem puxadas e sem lugar determinado para pousarem... sempre a favor do vento.
Assim é o ato da escrita, deixar fluir palavras que, voando devagar, ao caírem, adubarão terras distantes.

















































































































terça-feira, 28 de setembro de 2010

BILHETE

Tenho uma amiga que é Coordenadora Pedagógica na E.M.E.F. Dr. Evangelista Rodrigues na cidade de Cachoeira Paulista - SP, é a Renata. Ela tem feito trabalhos lindíssimos com  crianças, jovens e adultos. Eu já participei junto às crianças da Educação Fundamental e com os adultos do EJA. Em todos esses dois eventos me senti em casa... aliás, a amizade entre a Renata e eu é algo maior, divino.
Ela me enviou esse e-mail hoje e o compartilho com vocês. Espero que gostem.


Relato de atividade desenvolvida sobre bilhete:

Ao analisar o plano semanal da professora Mariza , do 2° ano A da EMEF “ Dr. Evangelista Rodrigues”, percebi que estava trabalhando com bilhetes, então resolvi colocar um cartaz na parede da sala com o seguinte texto:
“Querido aluno: o primeiro aluno a ler este bilhete e convidar seus colegas, junto com a professora para irem até a minha sala e me contarem uma história, ganha um prêmio”.
A aluna Beatriz foi a primeira a ler e foram até a minha sala me contar a história Grafite na Alma: surpresa foi ouvir cada aluno contando um pedacinho da história, delícia maior saber que era do livro Fábulas para Seishum de Rita Elisa Seda, minha amiga , querida escritora. O livro foi levado à sala pela aluna Jaqueline, e a professora está contando a cada dia na Leitura Cultural uma de suas fábulas.



Mostrei aos alunos o meu blog e o marcador  "café com os autores”, que postei sobre a Rita Elisa e também mostrei o blog “palavras de seda”. Os alunos ficaram encantados!

Premiei a aluna Beatriz conforme prometido, dei um pirulito para cada um e falamos bastante sobre a importância da leitura e da escrita e das alegrias que estas podem nos proporcionar.


Depois propus aos alunos para escreverem um bilhete para mim: todos em casa escreverem e me entregaram no outro dia, que gostoso ver a letrinha e as palavras carinhosas de cada um. Respondi cada bilhete e propus que escrevessem outro bilhete, agora para a autora Rita Elisa. Adoraram a idéia e aceitaram o desafio.



Esta atividade foi muito produtiva, prazerosa, importante para o processo de ensino e aprendizagem e que sei que marcou a vida de nossos educandos.

Renata de Castro Camargo
Espero os bilhetes. Vou ler todos eles e respondê-los com muito carinho. Afinal... o carinho é uma recompensa pelo que fazemos e escrevemos. Vou escrever carinhos para todos eles, amigos da alma.
Beijos, felicidades e a paz.

Rita Elisa Seda
Cronista, poeta, biógrafa, fotógrafa e jornalista.

8 comentários:

Inajá Martins de Almeida disse...

Realmente lindo trabalho. A professora está de parabéns. Embora não sendo professora de sala de aula, estive sempre ao lado delas, dando suporte necessário na biblioteca. O trabalho de educar é gratificante, ainda que não seja compreendido por tantos. O estar entre crianças é a nossa paga maior. O carinho que elas nos premia todos os dias. É bom demais. Parabéns Renata pelo trabalho lindo. Acompanho este blog e ele já se tornou visita constante nos meus dias. Também tenho alguns blogs, dentre eles http://blog-inaja.blogspot.com/ quando você também poderá me conhecer um pouco.
Vou visitar seu blog também. Um abraço / Inajá

Rita Elisa Seda disse...

Olá querida Inajá, fico feliz em saber que você trabalhou em bibliotecas, pois só mesmo quem ama os livros faz isso. Afinal só um ótimo leitor sabe como é necessário dar suporte em biblioteca. Vou visitar seu blog. Beijos, felicidades e a paz!

Lu Saharov disse...

Amiga querida! Que delícia ler essa sua postagem. Que idéia tão feliz dessa mestra que estimula de forma tão criativa a comunicação entre suas crianças. Tão bom saber que nossas palavras encontram eco nessas almas jovens que se abrem para o mundo. Beijos a todos, e a você minha eterna admiração.
Ludmila

Coordenadora Renata disse...

oi querida amiga, obrigada por postar esta atividade que realizei com tanto carinho,os alunos ficaram encantados com a postagem e os bilhetes vou lhe enviar. Tudo isso está estimulando muito nossos educandos!Agradeço também os comentários carinhosos de Inajá e Lu. Você é realmente muito especial!

Rita Elisa Seda disse...

Querida Ludmila, seu comentário é rico em sapiência. Como é bom ler suas palavras. Obrigada por tudo. Seja muito feliz.

Rita Elisa Seda disse...

Querida Renata, é você quem estimula os alunos, eu só coloquei aqui o quanto você faz a diferença no processo de educação nacional. Sabe, muito bem, o quanto a admiro! Beijos a todos os alunos. Felicidades e a paz!

Aline Negosseki disse...

Cara Rita,
cheguei ao seu blog por acaso, qndo estava procurando imagens de outono no google. Que surpresa doce!... Li este post e o 'Folhas ao vento.' Vc escreve com muita delicadeza e logo vou procurar ler outras coisas tuas. Só desse último, que terno relato!, imagina-se que seja uma escritora especial. Como pedagoga, me emociono quando vejo incentivos assim de leitura para as crianças. Parabéns a todos os envolvidos!
Faço, agora, aulas de braille no instituto de alfabetização, instrução e estimulação e, em breve, espero ver o que escrevo trancrito...

Abçs,
Aline N.

Rita Elisa Seda disse...

Querida Aline, já fui ao seu site e blog e deixei lá meus comentários. Quero um livro seu. Amei tudo que li sobre sua criação do livro onde descreve o Baile. Conhecer a obra é conhecer a alma do autor. Beijos, felicidades e a paz!