PALAVRAS DE SEDA

Escrever é um ato solitário, é colocar-se em palavras. Palavras são como folhas de plátano soltas ao vento... em direção aos novos horizontes, voando irreverentes sem cordas para serem puxadas e sem lugar determinado para pousarem... sempre a favor do vento.
Assim é o ato da escrita, deixar fluir palavras que, voando devagar, ao caírem, adubarão terras distantes.

















































































































sexta-feira, 15 de outubro de 2010

DIA DA CRIANÇA NA SALA DE LEITURA RITA ELISA SEDA

Em um dia mais que especial estive na Sala de Leitura Rita Elisa Seda, na EMEF Prof. Geraldo de Almeida, onde fui recebida pelos personagens do meu livro Fábulas para Seishum, junto deles alguns personagens de contos da Carochinha fizeram presença... comemoramos o Dia da Criança.
O meu querido ratinho Roque, da fábula Rato de Livros não parava quieto, queria devorar os livros...

Litera, a fada dos livros, da fábula Grafite na Alma, encontrou um jeito de fazer aparecer o duende malvado que robou a caixa de presentes das crianças... mas, o duende se arrependeu do que fez, na verdade ele não sabia o que era ser criança, já nasceu grande e feio, queria carinho e o conseguiu com todas as crianças da escola...


...para chegar no centro da sala as crianças passavam por um labirinto azul onde em cada canto alguns personagens conversavam com elas...



eu também virei criança, encontrei a Branca de Neve, ela me abraçou e quis me dar um presente, uma maçã... eu recusei...


A professora Ivani contou com Karoline, Maiara, Joyce, Andreza, Jade, José Marcos, Jéssica, Fabiana, Nathália, Mariana, Aline, Luca e Paulinha, para essa apresentação.



Minha vontade era de ficar ali, agarradinha com todos. Mas, como em todo livro, chega-se ao final da história, fecha-se o livro e cada um vai para sua casa... sniff! ainda bem que tenho eles aqui, na minha biblioteca... vou me despedindo, saindo de fininho do computador... quero ir para a estante, abrir um livro e deixar um personagem passear pela minha imaginação. Tchau! mesmo.

Rita Elisa Seda
Cronista, poeta, biógrafa, fotógrafa e jornalista.

9 comentários:

Silvinh@ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Silvinh@ disse...

Oi, Rita Elisa!!!
Imagino como tenha sido prazeroso este dia!!!
Que Feliz dia das Crianças!!!
Com certeza ficou registrado na sua memória, como mais um DIA ESPECIAL!!!
O nosso principal papel como professores, na promoção de uma aprendizagem significativa é desafiar...
Diante dessa realidade, o desejo, à vontade, a curiosidade e a disponibilidade interna para
aprender ganham especial importância.
A dramatização é uma das formas criativas e estimuladoras de desafiar os alunos.
Acredito que seja uma excelente ferramenta, no processo da aprendizagem significativa de nossos alunos.
O ambiente que a professora Ivani escolheu para dramatizar a fábula (SALA DE LEITURA RITA ELISA SEDA), fez com que as crianças se sentissem parte ativa dela; até você, né Rita Elisa, como autora do livro, da fábula, dos personagens...não conseguiu ficar apenas como expectadora, "entrou na fábula" literalmente...rsrsrsrs
Que gratificante, hein amiga!
Parabéns Professora Ivani!
Parabéns Rita Elisa!!!
Mais uma vez, através de seus escritos, você possibilitando aprendizagem, mais que significativa.
AÍ ESTA O SEU GRANNNNNNNNNNNNNNNDE DIFERENCIAL!!!
Beijos, forte e carinhoso abraço, Rita Elisa!!!
Silvinha

Inajá Martins de Almeida disse...

Rita
São momentos como esses que fazem com que todos nossos esforços valham a "pena". A pena que escreve, que tece. Você é uma verdadeira artesã - das palavras aos sonhos. Para os leitores, penso ser melhor ainda, pois além de representar o conto de fadas, ter a presença do próprio autor, possível a poucos. Para a escritora, também posso me permitir pensar, ter uma sala de leitura com o próprio nome quão prazeroso além de seus textos serem atingidos pela sensibilidade das crianças, adolescentes e adultos. Feliz a professora que a ti dedicou esta homenagem singular. Feliz a escola que a ti dedicou merecida homenagem ao augurar-lhe o nome à sala de leitura. Feliz eu sou por ocupar este teu espaço e poder tecer alguns fios de comentários.
Rita que todos os teus dias sejam coroados de glória e obrigada por repassá-los a nós seus leitores ardorosos. A mim você tem me inspirado e muito; esse é um universo novo para mim, agora real - sala de aula. Eu que acostumada fora aos livros nas bibliotecas, agora me veja a frente de um pequeno grupo de jovens adentrando ao mercado de trabalho. Criei um blog para registrar meus momentos, junto as "minhas meninas" - por enquanto. http://encontrosdepalavras.blogspot.com/
Sei que este é apenas o começo. A colcha aos poucos será tecida e você me inspirou sobremaneira. Obrigada Rita e parabéns pela professora brilhante que você é. Você fala com os olhos, conhece a sensibilidade dos alunos, educa a emoção, com toda a certeza, você será sempre inesquecível, parafraseando Augusto Cury. Um beijo e até mais/ Sua leitora assídua / Inajá

Rita Elisa Seda disse...

Querida Silvinha eu também acho que "a dramatização é uma das formas criativas e estimuladoras de desafiar os alunos", como você bem colocou em seu comentário. Através da leitura cria-se uma imagem e depois com a personificação no próprio aluno é um contentamento, a vida flui fora das páginas, a estática ganha movimentos, o abraço é caloroso, o som cria movimentos. Eu amo tudo isso. Beijos, felicidades e a paz!

Rita Elisa Seda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rita Elisa Seda disse...

Inajá querida amiga, amei o seu destaque à palavra pena... maravilhoso. Eu participo sempre que posso desse universo mágico que é a Sala de Leitura Rita Elisa Seda, para você ter uma idéia, os frequentadores têm Internet, TV com direito a DVD, bancos acolchoados, livros e mais livros, bonecos personagens de meus livros saem das estantes em toda a parte, borboletas voam por toda a sala (um dos meus livros infantis tem como protagonista a borboleta ATIR), tudo isso com o carinho da professora Ivani.
Uma escola acima do padrão, onde há rádio comunitária, jornal interno (que aliás vou colocar aqui daqui uns dias), quadra coberta e muito mais. A diretora Graça sempre apoia os projetos, eu fico a par de tudo que lá acontece, é que... amo todos eles.
Beijos, felicidades e a paz!

Atelier Antonio Machado disse...

Parabéns pelo belo trabalho.
A encenação deve ter sido muito boa
dá pra se ter uma idéia pelo capricho nos figurinos.
Me identifico com a linguagem do sonho, da arte!
Parabéns!

Rita Elisa Seda disse...

Você, Antônio é mestre do sonho, suas obras são lindas, quando as vejo sinto paz! Felicidades e a paz!

Sonya Mello disse...

Rita Elisa, parabéns pelo seu trabalho. Sua sensibilidade toca à todos que de você se aproxima. Muito me admira ver o quanto geras vidas nos seres inanimados e no quanto emocionas quem tem o privilégio de acompanhar esse seu cultivo de idéias! Um abraço!