PALAVRAS DE SEDA

Escrever é um ato solitário, é colocar-se em palavras. Palavras são como folhas de plátano soltas ao vento... em direção aos novos horizontes, voando irreverentes sem cordas para serem puxadas e sem lugar determinado para pousarem... sempre a favor do vento.
Assim é o ato da escrita, deixar fluir palavras que, voando devagar, ao caírem, adubarão terras distantes.

















































































































quarta-feira, 10 de novembro de 2010

110 ANOS DA EDITORA SANTUÁRIO

Há exatamente 110 anos, dia 10 de novembro de 1900, começou a circulação do primeiro periódico da Editora Santuário, o jornal Santuário de Aparecida com objetivo de divulgar as festas e romarias marianas, tendo como princípio a orientação e instrução dos devotos de Nossa Senhora Aparecida. O jornal era impresso em uma pequena tipografia.




Fotos: Acervo da Editora Santuário

 
Atualmente a marca Santuário é muito respeitada no mercado gráfico /editorial nacional e internacional pela tradição, qualidade de seus produtos e pelos seus serviços. Uma editora que nasceu no Vale do Paraíba e faz presença, tem cerca de 2.100 títulos publicados, a maior parte deles na linha popular religiosa, mas também vários outros de nível acadêmico, no segmento da Editora Idéias & Letras.

Fotos: Rita Elisa Seda


O maquinário empregado hoje nas publicações de livros, folhetos, cartões e jornais é de altíssima qualidade, tanto que presta serviços de impressão e acabamento para algumas famosas editoras de São Paulo e do Rio de Janeiro.

Sou feliz em ter alguns livros meus no catálogo de publicação da Editora Santuário e da Editora Idéias & Letras. Parabéns a todos que compõe a Família Editora Santuário.
Uma família que respeita e incentiva os escritores. Digo isso pela placa com a qual me homenageou pela posse na Academia Joseense de Letras.




Rita Elisa Sêda
Cronista, poeta, biógrafa, fotógrafa e jornalista.

14 comentários:

SONYA MELLO disse...

Rita Elisa, fiquei contente por conhecer a história da Editora Santuário. Hoje vamos comemorar aqui em casa, o aniversário de minha sogra. Meu pai também faria aniversário hoje, se não tivesse viajado para outra dimensão há 5 anos... Fiquei orgulhosa também, por ver a placa com a qual a Editora lhe homenageou. Sementes plantadas... frutos colhendo... Parabéns!! Bj grande. Sonya Mello

Silvinh@ disse...

Parabéns a Editora Santuário pelos seus 110 anos de atuação e circulação; e também por integrar à sua Família uma escritora tão carismática,especial, qualificada, talentosa,dedicada,determinada,
batalhadora,como Rita Elisa!!!
Tenho certeza, Rita Elisa; que o Catálogo da Editora Santuário faz a diferença; apresenta um diferencial muito grande, por constar nele, publicações em "Seu Nome".
Você é merecedora, desta homenagem, minha amiga!!!
Parabéns hoje e sempre!!!
Adoro celebrar com você o seu sucesso!!!

Deus continue aperfeiçoando este dom tão maravilhoso...

Beijos, forte e carinhoso abraço!!!

Sua sempre amiga...Silvinha

Rita Elisa Seda disse...

Olá querida Sonya, hoje é mesmo dia de comemorações, aniversário de sua sogra, de seu pai e da Editora. Como você disse 'sementes plantadas', isso é o que vale na vida, vejo isso pelo seu pai, ele se foi, maravilhosamente deixou a semente Sonya, que hoje enternece as pessoas com pincel e tinta. A vida é assim... plantamos... colhemos. Beijos, felicidades e a paz!

Rita Elisa Seda disse...

Silvinha, obrigada pelos elogios, assim eu fico sem graça... só quis mostrar o quando uma Editora é tonante em atenção e carinho para com seus escritores dentro da sinfonia chamada literatura. Beijos, felicidades e a paz!

Silvinh@ disse...

Rita Elisa, querida amiga...
A boca fala do que está cheio o coração. Esta afirmativa de Jesus encerra grande sabedoria.
O que eu escrevi, foi o que senti diante do cartão que você recebeu da Editora Santuário...com todo meu carinho, admiração e sinceridade...
Não fique sem graça,não...rsrsrs

Beijos, forte e carinhoso abraço...

Sua sempre Amiga...Silvinha

Cassio Brandão disse...

Rita Elisa, venho há alguns anos atuando como Consultor da Congregação do Santíssimo Redentor e desde 2009 na Editora Santuário. Assessoro a diretoria nos assuntos de marketing e comercial. Várias ações de divulgação da "marca" Santuário e seus produtos, tem sido implantadas como parte desse trabalho que venho conduzindo, entre elas algumas que envolvem diretamente os autores. Não poderia deixar de parabeniza-la pelo post aqui escrito pois mostra o carinho que você tem pela Editora e ajuda nessa "batalha" de tornar ainda mais conhecida essa empresa centenária. Parabéns. Abraço.

Inajá Martins de Almeida disse...

Rita Elisa minha querida amiga escritora
Aprecio demais esta casa. Nela me sinto a vontade para escrever, para me comunicar com aquela que se tornou real e constante em minha vida - você. Conhecer a história da editora é muito importante. Com meus 18 anos tive oportunidade de trabalhar num jornal desta cidade de São Carlos, embora por pouco tempo, a lembrança jamais se apartou de mim. A grande linotipo, os tipos móveis depositados em grande mesa, os quais eram separados para compor os títulos maiores. A linotipista que a frente daquela imensa máquina ia compondo os textos que eram levados para a mesa em caixinhas. Incrível. Não tenho fotos, apenas o registro na memória. Meu pai era responsável pela parte comercial e também articulista com assuntos históricos da cidade. Eu me tornei bibliotecária. Formada voltei para São Paulo, onde passei alguns anos, retornando após ao interior. Agora há um ano nesta cidade, estou retornando a vida literária e pública, a qual me afastei por um curto período. No dia 09 último participamos de um evento maravilhoso, retratado no http://blog-inaja.blogspot.com/. Ademais, a placa exterioriza o justo e merecido cuidado, carinho e apreço que a editora expressa a sua ilustre escritora. Sou feliz por tê-la como minha amiga. Convivi em Ribeirão Preto com muitos escritores, porém nada se compara a esta convivência virtual e tão real que temos nos prestado nos últimos meses. Um dia sei bem que irei ter o prazer de abraçá-la pessoalmente, o que agora faço através desta missiva. / Sua fã incondicional Inajá

Rita Elisa Seda disse...

Oi Cássio Brandão, como escritora participativa do catálogo da Editora, agora já com algum tempo de casa, preciso deixar meus amigos cientes de que a Editora Santuário tem carinho por seus escritores, que ela tem respaldo secular em desenvolvimento maquinário e humano. Como deixei postado neste blog. É o mínimo que posso fazer... mostrar minha felicidade de estar com vocês.
Felicidades e a paz!

Rita Elisa Seda disse...

Inajá, seus registros em memória são tão reais quanto uma fotografia. Isso é ótimo. Em minhas pesquisas biográficas sempre encontro pessoas que me passam, como você agora o fez, a descrição integra do lugar que relatam, você tem tino de jornalista.
Vou ao seu blog ler suas impressões.
A placa eu coloquei no blog só para mostrar que existe editora que interage com a vida do escritor com amor e carinho. Coisa rara hoje em dia.
Beijos, felicidades e a paz!

Inajá Martins de Almeida disse...

Rita querida
Suas palavras me levaram a emoção maravilhosa. Esse tino jornalístico que você me agracia, talvez se deva ao fato de ser filha de um - meu pai hoje aos 92 anos (historiador e jornalista com vários livros editados - e pelo gosto pela escrita, que agora começa a ser disseminado, pois anteriormente guardado no âmago de mim. Bibliotecária por formação e profissão, aos livros apenas me bastavam o contato físico, o encontro técnico, e assim vai, mas agora quero participar com minha co-autoria aos mesmos, com minha própria criação. Quero também ser o próprio livro e habitar uma dessas estantes, as quais estava tão acostumada a percorrer no dia-a-dia. Obrigada por suas palavras. Obrigada pela pessoa que você é. Inajá

Lu Saharov disse...

Amiga querida!
Excelente escritora + excelente editora = casamento perfeito!O lucro todo é dos leitores! Parabéns às duas! Beijos de sua fã saudosa

Rita Elisa Seda disse...

Ludmila, querida amiga... estou relendo TE SEI, ou melhor, agora estou ouvindo... sua poesia é mágica. Sempre me vem ao coração sua peça A Pedra e o Lago, na amplitude da palavra que pesa a cada dia como pedra caindo em um lago denso, impregnado das horas feitas em minutos pingados com o mesmo ritmo. A Pedra quebra a rotina, cria círculos de atração...amo esse texto seu. Você vôou para novas paisagens, levou um pedaço de cada uma de nós, suas amigas aqui do Vale do Paraíba. Sentimos sua falta. Falo por elas, pois sempre que nos encontramos relembramos Ludmila. Felicidades e a paz!

Anônimo disse...

Caríssima Rita, saudações pelo belissimo blog. Poeta Moraes.

Inajá Martins de Almeida disse...

Rita querida
Tenho ocupado este espaço maravilhoso, quando então podemos alinhavar nossos retalhos. Agora quero lhe encaminhar um livro e preciso do seu endereço. Meu e-mail : inaja.ima@gmail.com / Beijos