PALAVRAS DE SEDA

Escrever é um ato solitário, é colocar-se em palavras. Palavras são como folhas de plátano soltas ao vento... em direção aos novos horizontes, voando irreverentes sem cordas para serem puxadas e sem lugar determinado para pousarem... sempre a favor do vento.
Assim é o ato da escrita, deixar fluir palavras que, voando devagar, ao caírem, adubarão terras distantes.

















































































































sexta-feira, 26 de novembro de 2010

FUNDHAS - São José dos Campos

Ontem, dia 25 de novembro, estive na FUNDHAS para uma palestra a respeito das Àrvores Joseenses, em destaque o Guapuruvu.

Sementes de Guapuruvu que foram distribuídas aos alunos e professores durante minha palestra.

Eis um pouco sobre a FUNDHAS:


Formando hoje os cidadãos de amanhã

Fachada da FUNDHAS.


O biólogo Renato Santos Góes que atua na FUNDHAS dentro do Parque da Cidade em companhia dos alunos dessa Instituição Municipal.


Instituição sem fins lucrativos criada pela Prefeitura Municipal da cidade de São José dos Campos, a Fundhas tem como principal objetivo, com respaldo no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) atender crianças e adolescentes de 7 a 18 anos provenientes de classes menos privilegiadas ou de baixa renda e em situação de vulnerabilidade social. É o maior projeto social de São José dos Campos, atendendo hoje mais de 8 mil alunos. A Fundhas garante a estas crianças e adolescentes os serviços sociais básicos, como apoio educacional, alimentação, saúde, além de orientação pedagógica e encaminhamento profissional.

Para permanecer na Fundhas, os assistidos devem estar matriculados e freqüentando os cursos regulares das escolas públicas. Assim, a instituição colabora também no combate à evasão escolar. - Com cursos, projetos e ações de apoio a crianças e adolescentes dos 7 aos 18 anos, que são promovidos tanto em sua sede como nas 21 unidades regionalizadas e instaladas estrategicamente em bairros da cidade, a Fundhas cumpre uma importante atividade social. Este trabalho foi de fundamental importância para São José dos Campos ter recebido o título de Cidade Amiga da Criança do Unicef, órgão ligado à ONU.

Em 2000 foi certificada pela ISO 9001.2000 pela Fundação Carlos Alberto Vanzolini, sendo a primeira instituição em sua área a possuir o selo de qualidade. - Todo o atendimento realizado pela Fundhas é gratuito e, para garantir estes serviços, ela conta hoje com um percentual do orçamento do município, recursos provenientes de contribuições, parcerias e convênios com instituições públicas e privadas, empresas, comunidade, além de recursos próprios, garantindo assim a abertura de novos horizontes para crianças e adolescentes.


A exposição a respeito dos animais do cerrrado me trouxe a lembrança do tempo em que eu vivia no cerrado goiano, tempo bom... vi todos esses bichos quando morei em Goiás. Esses aqui foram feitos pelos alunos da FUNDHAS com a técnica de empapelamento... notem bem... todos têm como base garrafas pet e papel reciclado.





 Essas alunas da FUNDHAS anotavam tudo que viam.... verdadeiras escritoras!


 Ronaldo foi o mentor do trabalho "Animais do Cerrado" junto aos alunos da FUNDHAS.


Recebi um certificado de participação e um lindo bloco de anotações totalmente feito de material reciclado.





Eu sendo entrevistada para o Centro de Referência em Educomunicação e Educação Ambiental, falando a respeito da lenda do Guapuruvu. Quem quiser ouvir na íntegra acesse o link:


Rita Elisa Seda
Cronista, poeta, biógrafa, fotógrafa e jornalista.

5 comentários:

Silvinh@ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Silvinh@ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Silvinh@ disse...

Grannnnnnnde Rita Elisa Seda...
Show de bola, sua entrevista, amiga....
Sou sua fã...
Conviver com Rita Elisa, é viver uma surpresa a cada dia...
Grande sabedoria no que faz, com muiiiiito amor, disponilidade e dedicação.
Rita Elisa...filha, esposa, mãe e avó, amiga, enfim.....TUDO DE BOM....

Silvinha

Rita Elisa Seda disse...

Silvinha querida amiga,
eu também sou sua fã. Obrigada por tudo. Beijos, felicidades e a paz!

Inajá Martins de Almeida disse...

Rita querida
Ver aquelas crianças, tão compenetradas a escrever emociona muito. Estar entre elas é muito gratificante, sei bem o que significa - tenho belas lembranças de momentos ímpares. Belíssimo trabalho desenvolvido pela prefeitura e professores. Encantou-me por demais. Realmente só posso parafrasear Fernando Pessoa quando a dizer: "Que tudo é possível quando a alma não é pequena". Beijos e obrigada por este instante que pode proporcionar a nós.