PALAVRAS DE SEDA

Escrever é um ato solitário, é colocar-se em palavras. Palavras são como folhas de plátano soltas ao vento... em direção aos novos horizontes, voando irreverentes sem cordas para serem puxadas e sem lugar determinado para pousarem... sempre a favor do vento.
Assim é o ato da escrita, deixar fluir palavras que, voando devagar, ao caírem, adubarão terras distantes.

















































































































sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

PINTURA CELESTE

4 comentários:

Inajá Martins de Almeida disse...

Rita minha amiga tão querida
Sim não há como: o tempo passa depressa, mas quando temos amigos de verdade, quando temos com quem compartilhar nossas impressões, nossas expressões, nossas imaginações, a mim parece que ele estanca. Esses momentos se tornam únicos, perenes; eternizam-se, principalmente quando os registramos: em cadernos, em livros, em folhas soltas de papel, em blogs, em textos... Uma frase do escritor alemão Goethe me chama especial atenção, pois expressa essa amizade que por ti cultivo, como um jardim: “Conhecer alguém aqui e ali que pensa e sente como nós, e que embora distante, está perto em espírito, eis o que faz da Terra um jardim habitado”.
A partir do seu texto amizade e de alguns momentos significativos, passo a escrever o texto o qual registro no blog http://momentodeler.blogspot.com/2011/02/o-que-e-ser-um-verdadeiro-amigo.html
Sim, encontrar verdadeiros amigos é raridade, mas eu os encontrei. São poucos, sim, mas suficientes para ornamentarem meu precioso jardim. Grata sempre serei por Deus tê-la aproximado de mim. Quanto a Bienal de São José do Rio Preto indique-me a data que vamos nos esquematizar para lá estar. Quero muito conhecê-la e abraça-la, com aquele abraço bem apertado.

Rita Elisa Seda disse...

Inajá, querida poeta, li e recomendei sua crônica. Aproveito para lhe dizer que ao colocar a citação de Goethe: “Conhecer alguém aqui e ali que pensa e sente como nós, e que embora distante, está perto em espírito, eis o que faz da Terra um jardim habitado”, mostra que moramos no mesmo jardim. Compartilhamos das mesmas flores, deitamos à sombra das mesmas árvores, andamos pelas mesmas trilhas, sentamos nos mesmos bancos e olhamos o mesmo céu. Isso nos aproxima. Esse é o jardim chamado AMIZADE.Beijos, felicidades e a paz!

SONYA MELLO disse...

Lindas palavras. Reginaldo é sábio e não tem medo de "distribuir" sabedoria. Isso é dom de Deus! Adorei o texto, a imagem, me fez muito bem. Parabéns ao autor. Obrigada, Rita Elisa!

Rita Elisa Seda disse...

Verdade, Sônya, o Poeta Reginaldo é mesmo um artista das palavras. Beijos, felicidades e a paz!