PALAVRAS DE SEDA

Escrever é um ato solitário, é colocar-se em palavras. Palavras são como folhas de plátano soltas ao vento... em direção aos novos horizontes, voando irreverentes sem cordas para serem puxadas e sem lugar determinado para pousarem... sempre a favor do vento.
Assim é o ato da escrita, deixar fluir palavras que, voando devagar, ao caírem, adubarão terras distantes.

















































































































quarta-feira, 14 de abril de 2010

CONVITE

3 comentários:

P.Tayar disse...

Olá, Rita,
Compartilhamos a admiração por Cora e o amor pelas letras.
Parabéns pelo trabalho,
Um abraço do amigo
P.Tayar

Nidia Telles disse...

Parabéns. Se pudesse iria com prazer, mas sei que neste dia especial Santa Rita estará te abençoando. Abraços.

Amapola disse...

Adoro a Cora Coralina.
Um grande abraço.