PALAVRAS DE SEDA

Escrever é um ato solitário, é colocar-se em palavras. Palavras são como folhas de plátano soltas ao vento... em direção aos novos horizontes, voando irreverentes sem cordas para serem puxadas e sem lugar determinado para pousarem... sempre a favor do vento.
Assim é o ato da escrita, deixar fluir palavras que, voando devagar, ao caírem, adubarão terras distantes.

















































































































quarta-feira, 20 de julho de 2011

DIA DO AMIGO


                         ACADEMIA JOSEENSE DE LETRAS
                                                       
OCUPANTES DAS CADEIRAS                               PATRONOS

    1 - Júlio Ottoboni                         Cassiano Ricardo
    2  - Mário Ottoboni                      Paulo Setubal
    3  - Silvio Marques Neto              José Frederico Marques
    4  - Luiz Paulo Costa                   Francisco Pereira da Silva
    5  - Suely Souza Lima                  Cora Coralina
    6  - Edmundo de Carvalho           Mário de Andrade
    7  - Christina Hernandes              Monteiro Lobato
    8  - Dyrce Araújo                          Hilda Hilst
   9  - Myrthes Mazza Maziero         Péricles E. da Silva Ramos
   10 - Braga Barros                          Manoel de Barros
   11 - Ozires Silva                             Alberto Santos Dumont
   12 -  Wilson R                                Vinicius de Moraes
   13 -  Zenilda Lua                            Manuel Bandeira
   14 -  Augusto Dias                          Joaquim Nabuco
   15 -  Alberto Simões                       Mário Filho
   16 -  Paulo Barja                            Leandro Gomes de Barros
   17 -  Marco Antonio Vitti               Antonio Carlos Jobim
   18 -  Rita Elisa Seda                       Ruth Guimarães
   19 -  Reinaldo Rodrigues                Solano Trindade
   20 -  Daniel Pedrosa                        Moacyr Scliar




Escolhi como a patronesse de minha Cadeira na Academia Joseense de Letras a incrível escritora Ruth Guimarães. Tenho que agradecê-la por nosso convívio: todos os conselhos embaixo da Sapucaia, as conversas descontraídas na varanda, os sorrisos ao falar de sua vida, os silêncios demorados e significantes quando está autografando seus livros para mim, os ensinamentos através do olhar, os passeios pelo quintal, as orquídeas que eu trouxe de Goiás e com as quais a presenteei (e foram roubadas e vendidas pelas ruas de Cachoeira Paulista), pelo abraço amigo. Por tudo isso e algumas coisas a mais (como ela mesma me disse um dia, não diga tudo... apenas um pouco), só posso prestar uma homenagem aquela que nasceu no Vale, é destemida, como ela diz: Uma Verdadeira Caipira! - Sim... a caipira por saber com sapiência a respeito do folclore nacional e, posso garantir, internacional. Ela merece meu respeito e minha admiração. 
Sabendo o quanto admiro dona Ruth Guimarães, Silvinha me presenteou , hoje, com um quadro onde está retratada dona Ruth. É uma obra naïf da artista plástica Sonya Mello, a quem admiro, também.
Sei que não deveria ter o Dia do Amigo, pois todos os dias são dias destinados ao amigo. Mas, sei também, que é uma maneira de fazer com que as pessoas parem e reflitam sobre a amizade. 
Aos amigos virtuais envio um beijo virtual, aos que conheço já enviei o beijo,  sei que todos vocês  estão recebendo esses beijos nesse momento... pois moram em meu coração.
Felicidades e a paz!


Rita Elisa Seda 
Cronista, poeta, biógrafa, fotógrafa e pesquisadora.

9 comentários:

Silvinh@ disse...

Ritelisa, minha amiga!!!
Quando vimos este quadro, obra naïf da artista plástica Sonya Mello, na Feira Revelando São Paulo, vi como seus olhos brilharam, pois sei de sua admiração e da importância da Dona Ruth Guimarães, em sua vida.
Tinha que ser sua esta obra...Como não voltamos na feira, dei um jeitinho de fazer com que esta obra chegasse até você, e hoje especialmente, pelo DIA DO AMIGO!!! Obrigada por existir e ser minha amiga e irmã ( amiga-irmã).
Beijo, forte e carinhoso abraço! Sua sempre amiga-irmã...

Silvinha

Inajá Martins de Almeida disse...

Querida amiga - ou melhor - queridas amigas Rita Elisa, Silvinha e Sonya

Gosto muito de parafrasear Goethe quando este diz que:

“Conhecer alguém aqui e ali que pensa e sente como nós, e que embora distante, está perto em espírito, eis o que faz da Terra um jardim habitado”.

Faço parte desse jardim.

Rita, Silvinha, Sonya minhas caras amigas tão reais.

Nossas almas se irmanam e se completam nas letras, nas imagens e na expressão de um puro sentimento: amizade.

Amigas para sempre, não somente para ocasiões alegres e festivas. Tesouro que quando o encontramos o guardamos bem fundo dentro do coração. Almas que habitam corpos, ainda que distantes, tão próximos.

Parabéns pelo dia, parabéns pela magnífica expressão de amizade, parabéns pela bela representação naif.

Um beijo saudoso desta amiga.

Rita Elisa Seda disse...

Queridas, Inajá e Silvinha. Os amigos são unidos em todas as situações, sejam alegres ou tristes, a amizade se faz a cada dia, tanto no silêncio quanto no barulho. Vocês são amigas do coração. Beijos, felicidades e a paz!

Silvinh@ disse...

É verdade, Ritelisa, a amizade se faz a cada dia...
A Amizade vem faceira,com trocas: de alegria e tristeza,lutas e vitórias, altos e baixo, lágrimas e sorrisos, palavras e gestos... Enfim, torna-se uma grande e querida companheira.
Obrigada por sua AMIZADE!!!

Sua amiga-irmã...

Silvinha

SONYA MELLO disse...

Amigas Rita, Silvinha e Inajá, já somos um quarteto unidas pelo sentimento ímpar, chamado AMIZADE! Feliz estou por contribuir pela sua felicidade, Rita Elisa, feliz estou por ter sido seu instrumento, Silvinha, para tornar nossa amiga um pouco mais feliz e feliz estou por sentir tão perto você, Inajá, apesar da distãncia, sempre em sintonia conosco! Feliz Dia do Amigo para nós que temos umas às outras! Abraços à todas!
Sonya Mello

Rita Elisa Seda disse...

Verdade, Sonya... um quarteto que unidas somos capazes da Sinfonia da Amizade. Cada uma a seu modo, com seu instrumento de arte compondo a música do coração. Beijos, felicidades e a paz!

Joca Faria disse...

Voltando de férias e pesquisando UM POUCO cheguei a seu blog. De seda são suas palavras. Vi minha imagem retratada numa foto da Bienal. Tudo rápido como as férias que se foi.Que folego 8 livros. Estou só no primeiro Retinas.Temos muito a aprender com voce. Pena que sempre que nos vemos é rápido. Como de frente a Urbam.
Não me acustemei a inda a ser chamado de professor tenho muitas e muitas vidas a aprender abraços.

JOKA

joão carlos faria
Abraços

Joca Faria disse...

Curti seu blog numa pesquisa que andava fazendo.Voce é um exemplo e uma grande figura.Conviver com voce nas raras vezes que nos encontramos é um prazer. Parabens por esta qualidade literária e ao mesmo tempo quantidade.Nisto e em muitas coisas temos que aprender com sua pessoa.
Esta sua noção de produção nos inspira.E voe sempre mais alto em direção ao Sol suas asas não são de cera. E se por acaso cair no mar estaremos perto para te segurar. Vá alto.Bem alto.
Um grande abraço.

Coordenadora Renata disse...

Que lindo quadro, que linda homenagem à Ruth Guimarães e que bela homenagem da Silvinha.
Querida amiga , feliz dia do amigo!
Abraços carinhosos!