PALAVRAS DE SEDA

Escrever passou a ser necessidade diária, como a respiração mantém o corpo vivo, o ato de escrever mantém minha alma solta para trafegar pelo mundo dos sonhos.
Ao me deixar levar pelas palavras visualizei novo horizonte e criei asas. Voei.
Em dezoito anos escrevi dezoito livros em vários estilos: conto, crônica, poesia, romance e biografias.
Alguns de meus livros biográficos foram livremente inspirados para o cinema e TV. Ganharam prêmios.
O importante é continuar escrevendo, registrando histórias e estórias para que a memória não se perca no mundo digital.
De tanto escrever biografias (sete) resolvi deixar o registrado meu ensaio biográfico cujo viés é meu Anjo da Guarda. Pode parecer um pouco estranho, porém é bem real. Por isso, acesse também o meu blog Os Anjos não envelhecem, eu disponibilizei meu livro na íntegra, onde constam fotografias e documentos. O livro físico está esgotado.
Viaje através das palavras. Bem-vindo (a).

















































































































quarta-feira, 27 de outubro de 2010

PROJETO GANHA PREMIAÇÃO NA FEIRA DO JOVEM EMPREENDEDOR


O projeto do carrinho de bebê com trocador adaptável à altura de quem vai trocar a fralda da criança ganhou o terceiro lugar na Feira do Jovem Empreendedor.
Parabéns aos meus queridos amigos e amigas, jovens estudantes da EMEI Geraldo de Almeida.
Eu disse para vocês na época em que estavam desenvolvendo o projeto que iriam ganhar, não é?! Pois aí está!... o que se faz com amor e dedicação é tema para atenção popular, é motivo de alegria, é recompensa de trabalho em equipe. Vocês são excelentes... e ponto final. Amo vocês. Beijos, felicidades e a paz!

Rita Elisa Seda
Cronista, poeta, biógrafa, fotógrafa e jornalista.

2 comentários:

Inajá Martins de Almeida disse...

Olá meninas EMEI Geraldo de Almeida. Parabéns pela brilhante ideia. É gratificante quando vemos jovens se dedicando a pesquisa, a inventos, às palavras. Hoje Dia Nacional do Livro, Monteiro Lobato nos deixa a máxima de que "um país se faz com homens e livros", assim digo eu que não se forma um país sem livros e homens (jovens) que por ele venha a se interessar. Parabéns Rita como sempre cuidadosa e zelosa em mostrar informações que agradam e alinhavam um futuro promissor. Inajá

Rita Elisa Seda disse...

Verdade, Inajá, essa citação de Monteiro Lobato traduz o desempenho genial desses jovens que acima de tudo são leitores.
Beijos, felicidades e a paz!