PALAVRAS DE SEDA

Escrever passou a ser necessidade diária, como a respiração mantém o corpo vivo, o ato de escrever mantém minha alma solta para trafegar pelo mundo dos sonhos.
Ao me deixar levar pelas palavras visualizei novo horizonte e criei asas. Voei.
Em dezoito anos escrevi dezoito livros em vários estilos: conto, crônica, poesia, romance e biografias.
Alguns de meus livros biográficos foram livremente inspirados para o cinema e TV. Ganharam prêmios.
O importante é continuar escrevendo, registrando histórias e estórias para que a memória não se perca no mundo digital.
De tanto escrever biografias (sete) resolvi deixar o registrado meu ensaio biográfico cujo viés é meu Anjo da Guarda. Pode parecer um pouco estranho, porém é bem real. Por isso, acesse também o meu blog Os Anjos não envelhecem, eu disponibilizei meu livro na íntegra, onde constam fotografias e documentos. O livro físico está esgotado.
Viaje através das palavras. Bem-vindo (a).

















































































































segunda-feira, 16 de maio de 2011

Memórias, os objetos contam histórias no Museu do Folclore de São José dos Campos.

2 comentários:

Aline Negosseki disse...

Vai ter aqui em São José dos Pinhais tmb, evento da semana do museu, no museu Atílio Rocco! Lançamentos de livro, concursos literário, noite festiva...
se possível fosse, até dava pra eu ir nos 2, pq aqui será dia 18!
=)

Rita Elisa Seda disse...

Aline, vá a todos, pois serão momentos de 'encantamentos'.
Beijos, felicidades e a paz!