PALAVRAS DE SEDA

Escrever passou a ser necessidade diária, como a respiração mantém o corpo vivo, o ato de escrever mantém minha alma solta para trafegar pelo mundo dos sonhos.
Ao me deixar levar pelas palavras visualizei novo horizonte e criei asas. Voei.
Em dezoito anos escrevi dezoito livros em vários estilos: conto, crônica, poesia, romance e biografias.
Alguns de meus livros biográficos foram livremente inspirados para o cinema e TV. Ganharam prêmios.
O importante é continuar escrevendo, registrando histórias e estórias para que a memória não se perca no mundo digital.
De tanto escrever biografias (sete) resolvi deixar o registrado meu ensaio biográfico cujo viés é meu Anjo da Guarda. Pode parecer um pouco estranho, porém é bem real. Por isso, acesse também o meu blog Os Anjos não envelhecem, eu disponibilizei meu livro na íntegra, onde constam fotografias e documentos. O livro físico está esgotado.
Viaje através das palavras. Bem-vindo (a).

















































































































quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Coleção: GOIÂNIA EM PROSA E VERSO







Eis o convite para o  lançamento da Coleção Goiânia em Prosa e Verso a ser realizado dia 5 de outubro, próxima quarta feira, às 20 h no Deck Parking 3 - Sul, Shopping Flamboyant, em Goiânia - GO.
Dentre os livros, o sociólogo Clóvis Carvalho Britto e o filósofo Rafael Rosa organizaram um específico sobre a história de quase 300 anos da Irmandade dos Passos. Intitulado:  Nos Passos da Paixão: A Irmandade do Senhor Bom Jesus dos Passos em Goiás,  possui textos dos pesquisadores:  Ana Guiomar Rego Souza, Clovis Carvalho Britto, Cristina de Cássia Pereira Moraes, Giovana Emos da Luz, Guilherme Antônio Siqueira, Paulo Brito do Prado e Rafael Lino Rosa, além da apresentação escrita por Elder Camargo de Passos.
Posteriormente haverá lançamento na cidade de Goiás.
Apreciem essa cultura!

Eu pertenço à Irmandade do Senhor Bom Jesus dos Passos na cidade de Goiás. Participava das missas, novenas e procissões realizadas pela Irmandade durante os seis anos que morei nessa linda cidade, foi na época em que o Edmundo era o presidente. Sempre que vou à cidade de Goiás faço questão de participar da missa na Igreja de São Francisco, lugar de destaque da Irmandade.
Envio meus cumprimentos aos que norteiam a Cultura Vilaboense para ser conhecida nacional e internacionalmente, fomentando a publicação de coleções como esta. Parabéns a todos!


Rita Elisa Seda
Cronista, poeta, biógrafa, fotógrafa e pesquisadora.






Para quem gosta de dançar compareça a este Sarau Dançante, pois vai ser bom demais!
Beijos, felicidades e a paz!


Rita Elisa Seda
Cronista, poeta, biógrafa, fotógrafa e pesquisadora.



2 comentários:

anamariadiperes disse...

Telisa, o sarau do Divino é prá deixar saudades! bjs

Rita Elisa Seda disse...

Saudade é a palavra que mais uso quando falo a respeito de Goiás. Amo tudo nessa linda cidade. Beijos, felicidades e a paz!