PALAVRAS DE SEDA

Escrever passou a ser necessidade diária, como a respiração mantém o corpo vivo, o ato de escrever mantém minha alma solta para trafegar pelo mundo dos sonhos.
Ao me deixar levar pelas palavras visualizei novo horizonte e criei asas. Voei.
Em dezoito anos escrevi dezoito livros em vários estilos: conto, crônica, poesia, romance e biografias.
Alguns de meus livros biográficos foram livremente inspirados para o cinema e TV. Ganharam prêmios.
O importante é continuar escrevendo, registrando histórias e estórias para que a memória não se perca no mundo digital.
De tanto escrever biografias (sete) resolvi deixar o registrado meu ensaio biográfico cujo viés é meu Anjo da Guarda. Pode parecer um pouco estranho, porém é bem real. Por isso, acesse também o meu blog Os Anjos não envelhecem, eu disponibilizei meu livro na íntegra, onde constam fotografias e documentos. O livro físico está esgotado.
Viaje através das palavras. Bem-vindo (a).

















































































































sexta-feira, 30 de abril de 2010

PERFIL LITERÁRIO

Autores e ilustradores falam de suas obras

Dentre os entrevistados do Perfil Literário, eu falo sobre a pesquisa que eu e Clóvis fizemos para a conclusão da  obra Cora Coralina Raízes de Aninha  Ouça esta e outras entrevistas no repositório virtual da UNESP.




Novos arquivos:

250 -  PL_RITA ELISA SEDA ..> 10-Mar-2010 08:52 30M

http://aci.reitoria.unesp.br/radio/perfil_literario/

Nenhum comentário: