PALAVRAS DE SEDA

Escrever passou a ser necessidade diária, como a respiração mantém o corpo vivo, o ato de escrever mantém minha alma solta para trafegar pelo mundo dos sonhos.
Ao me deixar levar pelas palavras visualizei novo horizonte e criei asas. Voei.
Em dezoito anos escrevi dezoito livros em vários estilos: conto, crônica, poesia, romance e biografias.
Alguns de meus livros biográficos foram livremente inspirados para o cinema e TV. Ganharam prêmios.
O importante é continuar escrevendo, registrando histórias e estórias para que a memória não se perca no mundo digital.
De tanto escrever biografias (sete) resolvi deixar o registrado meu ensaio biográfico cujo viés é meu Anjo da Guarda. Pode parecer um pouco estranho, porém é bem real. Por isso, acesse também o meu blog Os Anjos não envelhecem, eu disponibilizei meu livro na íntegra, onde constam fotografias e documentos. O livro físico está esgotado.
Viaje através das palavras. Bem-vindo (a).

















































































































terça-feira, 7 de junho de 2016

LITHERATRUPE NO 1º ENCONTRO NA MANTIQUEIRA


O LITHERATRUPE nasceu na oficina ‘O Poder das Palavras’ que há mais de um ano desenvolve livros-objetos, foi no Cine Santana, no Rancho do Tropeiro, na APVE e no Plenamente.  

Fizemos uma exposição, no ano passado, na EMBRAER. Este ano, teremos um espaço no Encontro na Mantiqueira – Literatura em Foco para expor nossos trabalhos:

Livros artesanais feitos somente com material reciclado, fomentando o reaproveitamento de várias embalagens que normalmente são descartadas ao lixo diariamente.

Livros mimeografados, uma repaginação da geração mimeógrafo, com algumas intervenções sinestésicas. Uma nova maneira de fazer literatura.

Estamos em um período de recessão monetária brasileira e viemos inovar... ou melhor, readquirir os antigos valores: datilografar os textos, mimeografar os livros, marcadores manuais,  confeccionar os livros artisticamente, ficando cada um deles como peça única, magia artesanal. Usando objetos fáceis de encontrar.

A não digitalização... ao invés de banners teremos estandartes e cartazes; ao invés do formato tradicional de um livro, o reaproveitamento de embalagens; ao invés de uma estante, uma geladeira customizada; ao invés de levar para a gráfica, escrever em casa.

Se você quer fazer livros objetos ou livros artesanais, venha conhecer o Litheratrupe. Termos uma grade de atividades, para que você escolha o que melhor lhe interessa.






















































Nenhum comentário: